Tratamentos alternativos

O Ministério da Saúde inclui novos tratamentos ao SUS

O Ministério da Saúde incluiu 14 novos tratamentos que utilizam recursos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais à Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PICs) do Sistema Único de Saúde (SUS). Os procedimentos são voltados à cura e prevenção de doenças como depressão e hipertensão.

Com a medida, o SUS passa a ofertar 19 dessas práticas: Homeopatia, Medicina Tradicional Chinesa/acupuntura, Medicina Antroposófica, Plantas Medicinais e Fitoterapia, Termalismo Social/Crenoterapia, Arteterapia, Ayurveda, Biodança, Dança Circular, Meditação, Musicoterapia, Naturopatia, Osteopatia, Quiropraxia, Reflexoterapia, Reiki, Shantala, Terapia Comunitária Integrativa e Yoga. A inclusão complementa a portaria nº 145/2017, publicada em janeiro deste ano.

O Cursos Grátis Online tem 2 mil cursos a sua disposição. Aproveite!

Esses procedimentos já eram oferecidos por vários municípios brasileiros, de acordo com dados do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica (PMAQ-AB). Mas, com as inclusões, o Ministério da Saúde passou a ter informações qualificadas dessas práticas.

Post Author: Janaina Efisio