assistência social

Assistência Social, o que é? pra que serve?

Você conhece a carreira de um assistente social? Então confira, agora mesmo, o que faz um assistente social.

Atribuições de um Assistente Social

O serviço social é um direito do cidadão, assim como a educação e a saúde. Por isso, conheça agora o que faz um assistente social.

assistente social é o profissional responsável por promover o bem-estar físico, psicológico e social. Esse indivíduo pode exercer suas funções em empresas privadas, órgãos públicos e em Organizações Não Governamentais (ONGs) acompanhando as pessoas da comunidade e desenvolvendo projetos de assistência voltados para crianças, adolescente, jovens, adultos e idosos que se encontram em alguma situação de risco como o abandono, por exemplo.

As principais áreas que o profissional formado em Serviço Social pode escolher é o da educação, empresarial, saúde e proteção à criança e ao adolescente.

Seja no campo empresarial ou em outras formas de exercício profissional o assistente social, formado pelo Curso de Serviço Social, tem como objetivo amparar pessoas que de alguma forma não tem total acesso à cidadania, ajudando-os a resolver problemas ligados a educação, habitação, emprego, saúde. É uma profissão de cunho assistencial, ou seja, voltada para a promoção do bem-estar físico, psicológico e social.

Este profissional pode trabalhar em empresas privadas, órgãos públicos e ONGs orientando e acompanhando pessoas e desenvolvendo programas de assistência dirigidos a diversos públicos como crianças em situação de risco, populações com poucos recursos financeiros ou afetadas por catástrofes naturais, idosos, etc.

Mercado de trabalho para o Curso Serviço Social

Por ser direito do cidadão ter acesso ao serviço social, essa carreira está em alta no mercado de trabalho principalmente no setor público. O assistente social recebe propostas para trabalhar em equipes multiprofissionais para que seu olhar se aprofunde em outros contextos do conhecimento social e, assim possa atingir a toda comunidade com o seu serviço. Esse profissional precisa se manter atualizado e ter proficiência em uma língua estrangeira, pois o Brasil tem sido um país de refúgio para muitos estrangeiros e nesse caso é essencial fornecer uma assistência a esses indivíduos.

Setor Público

As oportunidades de emprego no setor público são bem diversificadas para o assistente social, mas, para aproveitá-las é necessário fazer a prova do concurso público. Confira as principais áreas de atuação.

  • Escolas;
  • Conselhos de direitos e de gestão;
  • Administrações municipais, estaduais e federais;
  • Serviços de proteção judiciária;
  • Redes de serviços sociais do governo;
  • Hospitais.

Setor Privado

Existem muitas possibilidades no setor privado, contudo há uma menor quantidade de vagas disponíveis. Veja, abaixo, alguns campos que oferecem emprego para esse profissional.

  • Escolas;
  • Faculdades;
  • Centros de saúde;
  • Sindicatos;
  • Entidades filantrópicas;
  • Creches;
  • Consultorias.

Exterior

O assistente social pode ter várias oportunidades de seguir carreira em um país estrangeiro ou ter a possibilidade de trabalhar com pessoas refugiadas no Brasil. Desse modo, é necessário que esse profissional esteja qualificado para lidar com problemas sociais de outros países.

  • Redes de serviços sociais do governo;
  • Centros de saúde;
  • Sindicatos;
  • Entidades filantrópicas;
  • Serviços de proteção judiciária;
  • Centros de educação.

Meio ambiente

Os fatores que justificam a intervenção do Profissional nesta aérea são justamente as novas situações que são geradas não só pelo confronto que passa a existir entre a população, na condição de expropriados e a concessionária, mas também pelos efeitos causados pelos empreendimentos.

No caso das construções de Usinas Hidrelétricas, o objetivo do Serviço Social é o de incrementar as ações que vão possibilitar o desenvolvimento da política energética através de maior geração de eletricidade justificada pela necessidade de atender a demanda causada pelo desenvolvimento econômico regional. Diante dessa justificativa as empresas estatais desapropriam terras, desalojam populações e criam situações de conflito em diferentes momentos: antes da construção, durante e após o término do empreendimento.

O Assistente Social enquanto pesquisador do meio ambiente

Serviço Social poderá, como qualquer outra área do conhecimento estudar os impactos ambientais causados pela construção de Usinas Hidrelétricas ou vir a compor uma equipe de pesquisadores que tem como objetivo o estudo dos impactos causados no meio ambiente por essas Usinas.

Saúde

Os assistentes sociais se inserem no processo de trabalho em saúde, como agente de interação entre os níveis do Sistema Único de Saúde – SUS com as demais políticas sociais, sendo que o principal objetivo de seu trabalho no setor é assegurar a integralidade e intersetorialidade das ações.

O profissional desenvolve, ainda, atividades de natureza educativa e de incentivo à participação da comunidade para atender as necessidades de coparticipação dos usuários no desenvolvimento de ações voltadas para a prevenção, recuperação e controle do processo saúde/doença. O que vale ainda ressaltar na inserção atual do assistente social na área de saúde é o fato de que essa “prática” não é mais mediada pela ideologia da ajuda e sim pela perspectiva da garantia de direitos sociais.

Educação

A presença dos assistentes sociais nas escolas expressa uma tendência de compreensão da própria educação em uma dimensão mais Integral, envolvendo os processos sócioinstitucionais e as relações sociais, familiares e comunitárias que fundam uma educação cidadã, articuladora de diferentes dimensões da vida social como constitutivas de novas formas de humana, nas quais o acesso aos direitos sociais é crucial.

Processo Histórico da Assistência Social no Brasil

As contradições do capitalismo se expressam entre os que, de um lado, dispõe da propriedade privada e, de outro, os que sofrem com as explorações das forças de trabalho.

O Serviço Social no Brasil tem suas origens em meados do século XX, com suas raízes cristãs de assistencialismo, sendo a igreja Católica quem controla todo processo de ajuda ao próximo e benefícios aos menos favorecidos, sendo patrocinada pela ordem burguesa vigente.

O processo de institucionalização do serviço social brasileiro como profissão, se explica no contexto contraditório de um conjunto de processos sociais, econômicos e políticos que caracterizaram a relação entre as classes na consolidação do capitalismo monopolista, com a progressiva intervenção do Estado no processo de regulação social. Na década de 30, o serviço social se institucionaliza e se legitima como um dos recursos mobilizados pelo Estado e pelo empresariado com o suporte da igreja católica na perspectiva de enfrentamento e regulação da questão social, que era entendida como problemas sociais.

E então? Agora que você aprendeu ainda mais sobre Assistência Social, nos conte através dos comentários: qual a sua impressão sobre o Curso e a carreira? Venha conversar com a gente!

Se você deseja fazer um Curso de Formação Profissional na área de Assistência Social e adquirir mais conhecimentos nesta área, confira nossos Cursos Gratuitos:

Post Author: Lucas